Click to listen highlighted text!

QUEM SOMOS

Somos uma rede, enquadrada na Ação Ianda Guiné! Djuntu, que faz parte do Ianda Guiné!, um programa da União Europeia na Guiné-Bissau.
Esta rede pretende facilitar e estimular a comunicação entre organizações da sociedade civil e coletivos de cidadãos organizados na diáspora guineense, potenciando as oportunidades que estes têm de contribuir para o desenvolvimento económico-social da Guiné-Bissau.

Contexto Histórico

A migração tem sido uma parte da história que construiu a sociedade guineense. Desde os tempos remotos, que esta pequena parte da população da costa ocidental de África tem demostrado dinâmica na mobilidade, quer ao nível interno como externo. Mas foi após a independência, alcançada com a luta de libertação nacional, nos anos 80/90, que o país começou a viver um intenso fluxo de emigração com destino para a Europa, principalmente para Portugal; essa crise migratória agravou-se mais com o conflito político-militar de 1998 e culminou com as sucessivas instabilidades político, militar, económico e social dos últimos anos. Tendo em conta a situação e fragilidade do país dos últimos anos, tem-se verificado a dinâmica participativa dos guineenses a nível político, das redes de associações locais e das sociedades civis na procura do tão almejado desenvolvimento da Guiné-Bissau. Tais desejos têm sido manifestados pela sociedade guineense, tornando-se a razão da existência de muitas redes associativas guineenses na diáspora, de diversas naturezas, com o objetivo de complementar o apoio ao programa de desenvolvimento e de bem-estar dos guineenses.

in Costa, B. (2016) Diáspora guineense como agente de desenvolvimento local: o papel das associações guineenses em Portugal nos projetos de cooperação e desenvolvimento na Guiné-Bissau, Lisboa, ISCTE.

A DIÁSPORA E OS ODS

A diáspora tem contribuído de forma muito positiva para a promoção dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e para o sucesso da Agenda 2030.

Click to listen highlighted text!